NEUROECONOMICS E SUA APLICAÇÃO COMO MEIO DE OTIMIZAR E MELHORAR OS NEGÓCIOS

NEUROECONOMICS E SUA APLICAÇÃO COMO MEIO DE OTIMIZAR E MELHORAR OS NEGÓCIOS

Autores

  • Dr. Fabiano de Abreu Agrela Rodrigues
  • Sérgio Vieira

DOI:

https://doi.org/10.56238/cpahjournalv5n2-018

Palavras-chave:

Neuciências, Neuroeconomics

Resumo

O esforço cognitivo tem sido implicado em inúmeras teorias sobre o comportamento normal e aberrante e a resposta fisiológica ao envolvimento com tarefas exigentes. No entanto, apesar do amplo interesse, nenhuma definição operacional unificadora do esforço cognitivo em si foi proposta. Aqui, argumentamos que o tratamento mais intuitivo e epistemologicamente valioso é em termos de tomada de decisão baseada em esforço, e defendemos uma estratégia de pesquisa focada na neuroeconomia. Primeiro esboçamos teorias psicológicas e neurocientíficas do esforço cognitivo. Em seguida, descrevemos os benefícios de uma estratégia de pesquisa neuroeconômica, destacando como ela proporciona maior tração inferencial do que os marcadores tradicionais de esforço cognitivo, incluindo autorrelatos e marcadores fisiológicos de excitação autonômica.

Downloads

Publicado

2022-11-30

Como Citar

Agrela Rodrigues, D. F. de A. ., & Vieira, S. . (2022). NEUROECONOMICS E SUA APLICAÇÃO COMO MEIO DE OTIMIZAR E MELHORAR OS NEGÓCIOS: NEUROECONOMICS E SUA APLICAÇÃO COMO MEIO DE OTIMIZAR E MELHORAR OS NEGÓCIOS. CPAH Science Journal of Health, 5(2), 1–14. https://doi.org/10.56238/cpahjournalv5n2-018

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)